Windows RT, 8 e 8.1

Com o lançamento do Windows 8.1 muitas pessoas ainda ficam com uma certa dúvida, qual a diferença entre essas três versões do Windows 8?

O Aqui Tem Tecnologia irá ajudar você a diferenciar essas três versões do novo sistema operacional da Microsoft.

Windows 8 e Windows 8 Pro

O Windows 8 nasceu com uma proposta diferente, trazer o mundo dos tablets direto ao pc, com uma nova modalidade de computadores híbridos, que conciliam uma tela touch screen como se fossem tablets.

Esse sistema possui toda liberdade como as outras versões do sistema, podendo assim ser instalado em qualquer computador que possua as configurações necessárias. Possui a interface metro, esses “retângulos” podem ser redimensionados e arrastados para qualquer lugar na tela. Entre os dois, o que apresenta maior relação custo x beneficio é o 8, que custa R$359,00. A diferença fica por conta que o 8 Pro (R$610) é mais dedicado a usuários avançados, como empresas de médio e grande porte, pois possuem tudo que é necessário como software de encriptação de dados e áreas de trabalho remotas.

 

Windows 8 RT

Criado para rodar em processadores ARM, esse sistema não está disponível para o usuário direto, e sim para empresas de hardware, fabricantes de tablets e smartphones. Esse sistema só pode ser adquirido se por exemplo comprar um aparelho já com ele instalado como o Surface.

Esta versão do sistema é diferente do Windows 8 comum, ele não roda aplicativos criados para versões anteriores do Windows, e sim programas feitos diretamente para ele e certificados pela Windows Store. Por ser da Microsoft essa versão já vem com Office já instalado, incluindo o Word, Excel e PowerPoint, além do OneNote e o Outlook. Se você está migrando do mundo Android direto para o Windows RT é bom pesquisar para saber se existe alternativas para seus aplicativos preferidos que utilizava no sistema da Google.

Windows 8.1

O Windows 8.1 é nada mais do que uma atualização do Windows 8. Algumas das principais diferenças são a presença do menu Iniciar após muitas reclamações de vários usuários que não se adaptavam à falta do botão, que é praticamente uma marca registrada para usuários de Windows desde as versões mais antigas, e a possibilidade de se configurar o sistema para que se exiba a área de trabalho ao inicia-lo, sem que precise exibir a interface Metro antes de qualquer trabalho.

Além disso, nessa atualização é possível com que o usuário personalize mais o sistema, deixando ele com a sua cara.

Dentre as personalizações, é possível configurar o menu Iniciar para que ele exiba todos os programas instalados no sistema, parecido com o menu Iniciar clássico, porém, em tela cheia.

O Painel de Controle também sofreu algumas alterações, onde tarefas como alterar a resolução da tela, configuração de mouse e teclado, configurações de rede entre outros são feitas de forma mais fácil.

O navegador padrão do sistema, Internet Explorer 11, sofreu algumas alterações que o deixaram mais rápido e com uma aparência diferente, onde a barra de endereços fica na parte de baixo da tela.

Outra aplicação que ganhou destaque foi o Skydrive, onde tem um menu próprio que possibilita o usuário verificar os detalhes da conta, como espaço usado, espaço livre, backups automáticos, entre outros.

Segundo a Microsoft, uma versão exclusivamente para empresas será lançada em breve, chamada de Enterprise.

 

Gostou deste artigo? Compartilhe, comente e curta a nossa página nas redes sociais clicando nos botões abaixo e no menu ao lado direito da página.
Inscreva-se também para receber nossas novidades em seu e-mail.